ZEN

ZEN

o que se passou dia 27MAR14


Costuma-se dizer que “mais vale cair em graça que se engraçado” e é esse o meu caso, e não é só entre negros e brancos que existe racismo, entre magros e gordos também existem os preconceitos.

Neste dia estava eu na minha sala aparece o Sr.xxxx a dizer para eu ir para o pé da Dª xxxx, e eu disse-lhe que a iniciativa não tinha sido dele, porque assim que eu entrei na sala vi logo o olhar da xxxxx direito a mim, eu não sei mas há certas coisas que eu sinto logo, e ela fala com todos os militares cap. Maj. ou outros que se fosse colega deles, mas eu sou uma pessoa, com educação, e vim da Marinha que nunca se trata assim um superior, nunca.

Podemos falar com as pessoas mas com educação, voltando atrás, o sr. Cap. disse-me que tinha dito ao Sr. Prof. xxxx para eu ir, mas disse-lhe naquele momento quando eu fui.

Eu tinha que estar lá até dia 17ABR14, assim que eu cheguei lá apercebi-me logo que a D. xxxx não me queria lá.

Eram 13h o Sr.º Cap. xxxx chamou-nos a todos ao gabinete dele para tomarmos conhecimento de algumas coisas, xxxxxx, xxxx, xxxx, xxxxxxx, xxxxx e o outro Sr. que está na segurança, tudo bem o Sr. Cap. sempre com uma voz muito baixa, como sempre ele foi, muito amável, até me disse para me sentar, eu por acaso era o Sr.º Cap. que eu achava mais simpático do Colégio.

Depois do almoço eu fui outra vez para lá, para as admissões e estava a entrar muita gente, e senti-me impotente, a dª Paula estava com tanto trabalho e eu ali só atendendo telefones como o senhor Cap. me tinha dito, mas depois na reunião antes do almoço eu já ia fazer outras coisas, eu disse à senhora se ela queria que eu a ajudasse, as pessoas a entregar as coisas, ela tinha ali uma pastinha daquelas do CM onde estava as folhas as dizer o que era preciso os meninos entregarem, e uma senhora precisava de umas cópias que não tinha tirado e eu levei essas folhinhas e tirei cópia, a D. xxxx foi dizer ao Sr. Cap. que eu lhe andava a mexer nas coisas e que não precisava de ninguém lá, ela já me tinha perguntado se não era a Natividade que ia lá para o pé dela, eu já me tinha apercebido que ela não me queria lá, e disse-lhe Paula mas eu não tenho culpa foi o Sr.º Cap. que me disse para vir, tem é que dizer a ele, não a mim.

Graças a Deus não tenho problemas em fazer seja o que for, a Marinha foi uma boa escola que eu frequentei, sei trabalhar no computador com tudo e em tudo não tenho problemas com nada e se não souber logo as coisas, não me custa a aprender.

A Dª xxxx que é uma senhora que só foi para o CM agora, pensam logo que são as donas do Colégio, eu conheço o CM desde pequena, é como se fizesse parte de mim, trabalhei lá 7 anos antes de ir para a Marinha, desde os 5 que ando lá, os meus pais foram lá funcionários, nunca ninguém teve nada a dizer de mim, e veio esta senhora e desfez-me ali a minha vida num minuto, não aceito isso, nem aceito e nem admito a má educação que o Sr. Cap. teve perante mim, nem a ele nem a ninguém, e nem que digam que eu mexi nas coisas seja de quem fôr, aqueles papeis eram de trabalho. Ele  veio para cima de mim que só faltou foi bater-me gritou tanto comigo, disse-me coisas que, “nunca mais me desliga o telefone na cara, e se não quer trabalhar vai-se embora” e outras palavras que eu já nem ouvi que as minhas dores de cabeça eram tantas que a minha cabeça quase rebentava, eu não me apercebi que tinha desligado o telefone ao Sr. Cap. Pensei que ele já tinha acabado de falar comigo, juro, teve que o meu marido deixar o trabalho para me ir buscar que eu entrei em estado de choque mesmo, e as dores de cabeça eram tantas que eu não aguentava.

Quando cheguei a casa tomei um comprimido para a dor de cabeça e dois calmantes, onde só podia tomar um, mas quando acordei eram quase nove horas, tive que ir para o hospital de Loures que as dores de cabeça não passavam, eu sou uma pessoa muito educada não levanto a voz a ninguém, porque é que as pessoas andam sempre a gritar, e o Sr.º Cap. xxxx não estava mesmo nada à espera, a xxxx fala com ele sempre a gritar, ele fala com ela parece que tem medo dela e faz tudo o que ela diz e depois como eu sou uma parva é que pago, como eu não consigo dizer nada só choro toda a gente abusa de mim.